Barbara e Vinny | Patricia Galvão Eventos e Cerimonial



Casar na praia: descubra as vantagens e os desafios.





A areia, o pôr do sol e a brisa marítima são elementos que enfeitam a visão romântica de muitos casais que decidem casar na praia, onde o luxo de um casamento pomposo é substituído pelo ambiente descontraído de casar descalço, à beira do mar.

É fato que casar na praia proporciona sensações únicas junto à paisagem oceânica, mas na realidade, o planejamento de um casamento em um local aberto e não tradicional pode ser complicado devido a alguns desafios como as autorizações necessárias para esse tipo de evento, e ainda escolher as contratações à distância.

Então, se esse é o seu sonho, veja a seguir algumas dicas imprescindíveis antes de decretar #partiulitoral.

Vantagens de casar na praia

Por falar em sonho, toda noiva deseja que o dia do sim seja inesquecível para o casal e também para todos os convidados. Dessa forma, mesmo que você não more perto do litoral, é comum idealizar um visual formidável e, nesse quesito, o clima náutico agrega uma grande vantagem à celebração do amor.

Economia

Com uma estrutura adequada para poucos convidados, por exemplo, é possível investir menos em decoração graças às belezas naturais do local. Além disso, os trajes do evento tendem a ser mais em conta, visto que geralmente são mais confortáveis e não tão formais.

Fotos magníficas

Dessa forma, sobra mais para investir em um álbum de fotos mais completo, como manda o figurino!

Se você optar pelo pôr do sol, então, nem se fala: a luz desse momento coroa um cenário que favorece bastante a captação de fotografias esplêndidas!

Comemoração extensa

Outro detalhe que beneficia muito esse tipo de casamento é poder estender a comemoração para mais alguns dias, já que todos se deslocaram para a praia, e provavelmente pretendem curtir um pouco mais antes da saideira.

Um casamento na praia pode ser uma grande experiência tanto para o casal, quanto para seus convidados, afinal de contas, é como se fossem mini férias!

Existem hotéis e resorts com pacotes específicos para acomodar convidados e noivos em um fim de semana que, com certeza, será inesquecível!

Lua de mel funcional

E não precisa nem dizer onde os pombinhos vão passar a lua de mel, não é? Esse é um dos motivos que leva muitas pessoas a escolherem o casório na praia: a lua de mel já vai incluída no pacote, afinal, nada melhor do que o casamento dos sonhos seguido de momentos fabulosos que poderão curtir a sós depois do evento.

Essa comodidade evita o deslocamento apressado para outro destino, já que além de se arrumarem para o grande dia, também podem passar a noite de núpcias na mesma acomodação.

Obstáculos para transpor

Mas, infelizmente, nem tudo são flores no matrimônio praiano! Inclusive, o quesito floral reserva uma preocupação adicional à ocasião: as flores precisam ser mais resistentes para não danificarem rapidamente por causa do sol.

Por isso, se as hortênsias ou tulipas são as suas preferidas, é melhor repensar e se desafiar rumo à inovação com uma decoração mais botânica, por exemplo, a fim de não comprometer a delicadeza de algumas plantas que tendem a murchar rapidamente ao serem expostas a esse clima.

Calor

O calor também é um ponto que merece cuidado: apesar da brisa corriqueira, você já pensou que a maquiagem tende a derreter e muitos convidados podem ficar incomodados com o sol e o clima típico, sobretudo se você optar por casar no verão?

Desta forma, além das flores, é preciso considerar um horário mais agradável, e oferecer um cardápio com comidas mais leves e drinks refrescantes.

Autorização

Antes de programar esses detalhes, você precisa incluir no seu planejamento a autorização para quem pretende casar na praia. Por se tratar de um local público, o primeiro passo é emitir um alvará na prefeitura para a utilização do espaço.

Isso porque existem regras específicas para eventos na praia, que incluem desde o número de participantes até regulamentação quanto à consumação de comidas e bebidas na areia.

Privacidade

Dessa forma, a privacidade também é um item bastante questionado, e o ideal é evitar locais muito expostos, afinal, ninguém quer atrair curiosos e penetras nessa ocasião importante, não é mesmo?

Por esta razão, a escolha do local é um ponto crucial e requer uma programação com bastante antecedência. Você pode pesquisar resorts ou balneários que incluem hospedagem, além de garantir uma cerimônia mais reservada em espaços privativos.

Recepção em outro local

Pisar na areia durante a cerimônia, ok. Mas na festa, pode não ser muito agradável. Você há de convir que uma recepção adequada necessita de um local mais equipado para receber os convidados com maior conforto.

Além disso, depois que o sol se põe, a menos que apareça uma lua cheia, o panorama marítimo noturno não é tão interessante.

Acessibilidade

Como qualquer outro espaço de cerimônia ao ar livre, a praia adiciona algumas dificuldades quando se trata de acessibilidade. Se sua avó usa cadeira de rodas, como ela acessará a areia?

Será que seus convidados conseguirão ficar de pé? Existem opções para quem precisar se sentar? Nesse momento, considere a sua lista de convidados para descobrir se será necessário adicionar alguma acomodação especial.

Gastos das mini férias

Sabe aquela amiga que você pensa em chamar para ser madrinha? Pois é, talvez ela não tenha condições de arcar os custos de transporte e hospedagem, caso você não more na mesma cidade da praia.

Compreensivelmente, deixar o país pode estar fora do orçamento para você e seus convidados, mas há uma abundância de resorts de praia que oferecem acomodações mais baratas e que caibam no orçamento de todos, com custos de passagens aéreas mais acessíveis — considere a Bahia.

Já parou para pensar que os casamentos na praia costumam ser menores? É que nem todos os convidados poderão comparecer, seja pela folga no trabalho necessária para estender a viagem, pela distância ou pelos valores mesmo em virtude do deslocamento.

Organização à distância

Por falar em deslocamento, é importante destacar que a maioria dos fornecedores cobra uma taxa adicional se a praia não for na cidade da sede da empresa. Desse jeito, vale recorrer a acordos com empresas nas redondezas, o que implica em um planejamento à distância.

Uma excelente opção é buscar um cerimonial confiável para organizar todas essas particularidades e evitar dores de cabeça com alguma contratação.

Maré e clima

Se você fosse se casar em um parque, por exemplo, não correria o risco de metade dele desaparecer de repente, o que pode acontecer na praia. Portanto, conforme o horário da cerimônia é arriscado que ela seja engolida pelo oceano, além da inconveniência de dar um banho em todos os convidados.

Não se esqueça de verificar a sazonalidade de chuvas na região — pancadas temporárias são muito comuns no nordeste, por exemplo. Por isso, tenha sempre um plano B com uma estrutura de área coberta para não desanimar os convidados e perder o brilho merecido da ocasião.

Vento

Por mais que você pense que a chuva pode ser sua maior inimiga em um casamento praia, é com o vento que você deve se preocupar, já que ele pode atrapalhar o som do evento, e ainda destruir seu penteado!

Provavelmente você desconhecia que o enlace à beira-mar lhe reservava tantos detalhes inesperados. Assim, se estiver dentro do seu orçamento, o ideal é trabalhar com quem tenha experiência no planejamento desse tipo de casamento em prol de uma comemoração maravilhosa, e certamente será um sucesso!

Agora que você já conheceu os benefícios e desafios de se casar na praia, aproveite para curtir nossa página no Facebook e não perca mais conteúdos exclusivos como este!

Foto da capa: Sotter Fotografia